Início Site

Anúncios que pagam em Bitcoin, as melhores opções para o seu blog

É sempre bom ficar por dentro de outras formas de monetizar o seu site ou blog. Redes de Anúncios que pagam em Bitcoin, podem ser uma ótima alternativa de monetização ao Google AdSense.

Veja também

Graças à popularidade das criptomoedas existem redes de anúncios que pagam em Bitcoin através do seu site ou blog obtendo assim mais uma renda adicional.

Anúncios que pagam em Bitcoin, as melhores opções para o seu blog

Os serviços de anúncios podem parecer diferentes em vários parâmetros, como quais sites eles permitem, modelo de pagamento, pontuação de suporte e muito mais.

Vantagens de anúncios que pagam em Bitcoin

Assim como o Google AdSense, as redes de publicidade Bitcoin fornecem anúncios para você colocar em seu site. Em troca, você receberá um pagamento em Bitcoin ou qualquer outra criptomoeda.

Para o anunciante, estas redes também fornecem uma ampla variedade de ferramentas para exibir seus anúncios. Se você é um editor, lembre-se do seguinte antes de implementar qualquer rede de publicidade:

  • Você não terá controle sobre quais sites ou serviços que serão exibidos em seu site;
  • Alguns serviços podem comprometer o carregamento de anúncios em seu site;
  • Algumas redes de anúncios não filtram anúncios com spam ou mal-intencionados;

Separei alguns meios de anuncio para você poder receber em criptomoedas o faturamento do seu blog

1 – Coinzilla

O Coinzilla é uma rede de publicidade Bitcoin lançada em 2016. Oferece publicidade no modelo CPM e CPC na forma de banners padrão, banners flutuantes e anúncios pop-under.

Existe a possibilidade também de receber em Ethereum, e com programa de indicação que pode pagar até 10% dos depósitos e saques dos usuários indicados.

O valor de retirada até a publicação desse artigo estava 50 USD, processando diariamente em até 72 horas.

2 – CoinTraffic

Desde 2014 a CoinTraffic realiza o serviço de exibição de campanhas e Anúncios que pagam em Bitcoin por CPM além de possuir uma ampla variedade de opções de formato de publicidade, incluindo banners, pop-under e anúncios nativos.

A plataforma não é complicada de usar, é bem fácil e rápido, com uma retirada mínima de 25 USD os pedidos de pagamento geralmente são processados ​​em 24 horas.

Anúncios que pagam em Bitcoin, as melhores opções para o seu blog

Uma vantagem do CoinTraffic é que eles são seletivos em relação ao número de parceiros de publicidade que possuem. Isso significa que eles são cuidadosos ao aprovar anunciantes.

3 – CoinAd

Diferente da maioria das redes de publicidade de criptomoedas, na CoinAd novos editores são aceitos somente para convidados. Além disso, eles têm requisitos rígidos, como aceitar apenas sites com pelo menos 100.000 impressões diárias.

É uma rede de anúncios Bitcoin é adequada para sites mais estabelecidos. O objetivo por trás disso é oferecer maior qualidade aos seus anunciantes.

Os pagamentos são feitos semanalmente e podem ser enviados diretamente para uma carteira Bitcoin ou mesmo para uma conta PayPal. O limite mínimo de retirada é de 0,005 BTC.

4 – AdBit

O AdBit faz parte da rede BitRush, funciona usando um sistema de pagamento diário. É bem parecido com o Google AdSense, pois os anunciantes fazem lances entre si para compartilhar no espaço do anúncio em seu site. Quanto maior o lance, maior o compartilhamento de um determinado anunciante e mais você pode ganhar.

Existe uma única opção de formato de anúncio, um banner, embora possa aparecer um texto, imagem ou mídia interativa, dependendo do anúncio específico.

Uma das vantagens da AdBit é que os pagamentos são feitos em sua conta em tempo real com todas as visualizações ou cliques que um anúncio recebe. Como em muitas redes de publicidade de Bitcoin, há uma retirada mínima de 0,001 BTC, até a publicação desse artigo.

5 – Bitmedia

Fundada em 2014 a Bitmedia é uma rede de anúncios que pagam em Bitcoin inglesa, sediada em Londres. A sua plataforma foi construída do zero, envolvendo muitos especialistas das tecnologias. O objetivo inicial em mente era desenvolver uma plataforma de publicidade de primeira linha e promover a comunidade Bitcoin.

Oficialmente, o Bitmedia permite apenas sites relacionados a Bitcoin e criptomoeda em seus editores. No entanto, eles escrevem que, se o seu não divulgar criptomoedas mas fornecer tráfego bom e animado, eles poderão abrir uma exceção.

Anúncios que pagam em Bitcoin, as melhores opções para o seu blog

Campanhas de CPC e CPM, com pagamentos sendo feitos inicialmente para cada clique (CPC) ou 1.000 impressões (CPM), são fornecidos pela empresa. O valor mínimo para retirada é de 0,001 BTC.

6 – A-ADS

Conhecida como uma das mais antigas redes de publicidade em criptomoedas (Anonymous Ads), o A-ADS, ainda é bem popular. Assim como o próprio Bitcoin, a plataforma de publicidade A-ADS promove o anonimato, significa que nenhuma informação ou verificação pessoal será necessária ao cadastro.

Enquanto houver uma página de inscrição, você pode optar por entrar com um endereço de Bitcoin sem registrar necessariamente uma conta

O A-ADS oferece pagamentos rápidos e pontuais. Os usuários têm a opção de retirar diretamente para um endereço Bitcoin.

O A-Ads fornece uma ferramenta de marcação para distinguir entre anunciantes. Todo anúncio na rede recebe uma tag (Risky Investments, Shady, etc.). Os editores usam a moderação manual para banir as tags indesejadas. O limite mínimo de retirada para os anúncios de nível A é de 0,001 BTC.

7 – Mellow Ads

O Mellow Ads, oferece campanhas de CPM e CPC, com anunciantes que podem comprar um número específico de visualizações ou cliques exclusivos, respectivamente.

Na ferramenta, existe uma escolha de banners e anúncios pop-under, e a receita diária é fornecida com base no número de visualizações, cliques ou pops fornecidos à rede.

Anúncios que pagam em Bitcoin, as melhores opções para o seu blog

Os Ads Mellow pode ser inacessível para alguns, pois existem vários requisitos obrigatórios para a aprovação de um site. Isso inclui ter um ranking top com 100.000 no siteinfo da rede Alexa da Amazon. O valor mínimo para reivindicar seu pagamento é 0,001BTC.

8 – ADconity com Anúncios que pagam em Bitcoin

A Adconity é uma rede de anúncios nova, sediada em Zurique, Suiça. A empresa fornece campanhas de CPC, CPM e CPA. Eles também têm parceiros interessantes em seu portfólio, como o GoDaddy por exemplo.

Em uma abordagem amigável, a Adconity coloca muita ênfase em sua abordagem amigável, a empresa se orgulha de seu tráfego de alta qualidade e de uma ampla variedade de tipos de anúncios oferecidos, de texto, gráficos e nativos a pops, e muito mais.

O tempo para aprovação geralmente leva até 24 horas, com algumas exceções. O valor mínimo da Adconity para receber o pagamento é de 50 USD.

Redes de Anúncios que pagam em Bitcoin, minha Conclusão

Eu já tive diversos problemas em aprovação de sites no Google AdSense, muitos mesmo referente a sites que não seguem o modelo de Blog tradicional, e tive que recorrer à outros tipos de rede de anúncios.

Meu conselho é experimentar um dessas empresas e ir alternando entre elas, conforme a lucratividade de forma que não atrapalhe a experiência do seu leitor ou usuário.

É observado também que os Anúncios que pagam em Bitcoin tem uma peculiaridade, que é a agilidade e rapidez no pagamento, o que faz um fator que pode até ser melhor que o próprio Google AdSense.

Você possui alguma alternativa com redes de Anúncios que pagam em Bitcoin? Deixe sua experiência nos comentários.

Não se esqueça de deixar seu email abaixo para receber em primeira mão todas as dicas para turbinar seus faturamentos na web

Link Confirmar Inscrição no Canal do Youtube: Veja como fazer

Caso você tenha um canal no Youtube e quer colocar aquele Link Confirmar Inscrição no Canal junto com o link do canal para seus amigos ou divulgar nas redes sociais, entenda como fazer

Veja também

Esse link exibirá uma janela modal (pop up) para induzir o usuário a assinar o seu canal, impedindo o usuário de fazer ou visualizar outras coisas enquanto não faça alguma ação na sua janela.

Link Confirmar Inscrição no Canal do Youtube: Veja como fazer

Divulgando o seu link dessa forma você terá uma grande probabilidade para ganhar novos inscritos em seu canal do youtube. Veja como ficaria:

https://www.youtube.com/user/duduck22?sub_confirmation=1

No exemplo acima, entrei com meu canal pessoal, para você inserir isso em seu canal você deve inserir ?sub_confirmation=1 no final do link do canal que quer divulgar, ficaria assim:

https://www.youtube.com/user/(Nome do Canal)?sub_confirmation=1

Importante substituir o nome ou código do seu canal no lugar de (Nome do Canal) no código acima

Encurtar Link Confirmar Inscrição no Canal

Na internet existem várias opções para encurtar seu link para evitar que você envie um link muito grande devido ao complemento dito acima. Encurtadores de URL são ótimas opções, como mencionado nesse artigo.

Outras opções no mercado são os internacionais como:

Espero você ter conseguido inserir o Link Confirmar Inscrição no Canal do Youtube para se divulgar ou divulgar outro canal.

Veja qual o melhor horário para publicar no facebook

Deixe qualquer dúvida ou sua experiência nos comentários abaixo, e deixe seu email abaixo para ter todas as dicas e novidades em tempo real.

Como criar anúncios flutuantes no rodapé do site (responsivos)

Muitas pessoas observaram a crescente utilização do código AdSense em anúncios flutuantes no rodapé em diversos sites, e após isso começou a busca incessante por plugins ou códigos que exibem essa alternativa.

Veja também

A maioria das pessoas inicia um blog como hobby, mas também existe o objetivo de monetizar ele, ganhar dinheiro, dependendo do nicho.

anúncios flutuantes no rodapé como fazer?

É importante observar que antes de aplicar qualquer técnica que prejudique a experiência do usuário observe as Políticas de Anúncios do Google, como mencionado em nosso artigo, Better Ads Standards para todos.

Outra observação importante é que em modo responsivo (em dispositivos mobiles) esse método não pode conflitar com os anúncios automáticos do Google.

Para evitar isso, é preciso simplesmente ir em sua conta Adsense, em anúncios escolher o site, entrar em editar, em seguida desmarcar a opção Âncora, impedindo então que anúncios que ficam fixos na borda da tela do usuário. Clique em Aplicar ao Site.

Configurando anúncios flutuantes no rodapé do site

É importante que esses e qualquer anúncio em banner que “flutuam” devem possuir um botão Fechar explícito. O botão Fechar serve como alternativa para não atrapalhar a experiência do usuário, por estar preso involuntariamente à um conteúdo bloqueado por um banner flutuante.

Veja a seguir o script que permitirá esse tipo de anúncio em seu site entre as tags <meta></meta> do arquivo header.php do seu tema ou no topo do arquivo principal de qualquer outro site.

<script type='text/javascript'>
$(document).ready(function() {$(&#39;img#closed&#39;).click(function(){$(&#39;#bl_banner&#39;).hide(90);});});
</script>

A seguir o código que deve ser inserido no final do arquivo footer.php do seu tema do WordPress ou no rodapé do arquivo principal de qualquer outro site.

<script type='text/javascript'>
$(document).ready(function() {$(&#39;img#closed&#39;).click(function(){$(&#39;#bl_banner&#39;).hide(90);});});
</script>
<div id='fixedban' style='width:100%;margin:auto;text-align:center;float:none;overflow:hidden;display:scroll;position:fixed;bottom:0;z-index:999;-webkit-transform:translateZ(0);'>
<div><a id='close-fixedban' onclick='document.getElementById(&apos;fixedban&apos;).style.display = &apos;none&apos;;' style='cursor:pointer;'><img alt='close' src='http://1.bp.blogspot.com/-_A83iDM6JYc/VhtxROLILrI/AAAAAAAADK4/aM4ikIA6aqI/s1600/btn_close.gif' title='close button' style='vertical-align:middle;'/></a></div>
<div style='text-align:center;display:block;max-width:728px;height:auto;overflow:hidden;margin:auto'> 
<div>

<!-- O ANUNCIO ENTRA AQUI -->

</div>

O seu código AdSense deve ser configurado como Horizontal Responsivo, caso você for utilizar uma imagem ou outro código, é aconselhável que use o tamanho 728 x 90 pixels.

Repare que o botão fechar está em imagem, e no código acima por esse link:

http://1.bp.blogspot.com/-_A83iDM6JYc/VhtxROLILrI/AAAAAAAADK4/aM4ikIA6aqI/s1600/btn_close.gif

Você pode usar o botão fechar que preferir, no entanto que use, para dar a opção ao usuário de fechar o anuncio como manda as diretrizes do Google.

Gostou do artigo? Deixe suas dúvidas ou sugestões nos comentários abaixo, vai me ajudar muito.

Deixe o seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as dicas e segredos da web em primeira mão

Veja como desabilitar atualizações no WordPress

As vezes, a nova versão de algum plugin ou tema não atende as suas necessidades, ou você acha que aquele plugin ou tema de WordPress está funcionando legal e não quer fazer o update. Veja como desabilitar atualizações no WordPress.

Veja também

Os Plugins WordPress são conhecidos como complementos que agregam ou modificam funcionalidades em um site em WordPress. São ferramentas que oferecem funções para que cada usuário possa personalizar seu website WP atendendo as necessidades do projeto sem precisar se aprofundar em uma programação pesada.

Até aí tudo bem, mas o problema é quando um Plugin ou Tema está resolvendo o seu problema ou te ajudando em alguma solução em seu blog, e de repente, ele pede para atualizar.

Geralmente, a atualização chega para sanar erros e bugs, ou alterar no visual, mas as vezes, uma atualização pode alterar totalmente como um plugin se comporta, prejudicando o seu objetivo.

Para impedir que um determinado plugin fique pedindo para ser atualizado, é possível dizer pro WordPress não emitir notificações desses updates.

desabilitar atualizações no WordPress

Desabilitar atualizações no WordPress de um determinado plugin

O código deve ser colado no arquivo functions.php do tema no WordPress. É necessário trocar também o “akismet/akismet.php” pelo arquivo principal do seu plugin.

function filter_plugin_updates( $value ) {
    unset( $value->response['akismet/akismet.php'] );
    return $value;
}
add_filter( 'site_transient_update_plugins', 'filter_plugin_updates' );

Desabilitar atualizações de todos os plugins

O código abaixo removerá notificações de atualização para todos os seus plugins.

remove_action('load-update-core.php','wp_update_plugins');
add_filter('pre_site_transient_update_plugins','__return_null');

Impedir que atualize versões do WordPress

Caso você estiver satisfeito com a sua versão atual do WP e não quer atualizar, cole isto no arquivo functions.php.

add_action('after_setup_theme','remove_core_updates');
function remove_core_updates()
{
 if(! current_user_can('update_core')){return;}
 add_action('init', create_function('$a',"remove_action( 'init', 'wp_version_check' );"),2);
 add_filter('pre_option_update_core','__return_null');
 add_filter('pre_site_transient_update_core','__return_null');
}

Impedir de exibir todas as notificações

Além dos plugins, também é possível acabar com todos os avisos de novas versões de temas do próprio WordPress, adicione o código a seguir ao seu functions.php.

function remove_core_updates(){
global $wp_version;return(object) array('last_checked'=> time(),'version_checked'=> $wp_version,);
}
add_filter('pre_site_transient_update_core','remove_core_updates');
add_filter('pre_site_transient_update_plugins','remove_core_updates');
add_filter('pre_site_transient_update_themes','remove_core_updates');

Confira mais dicas em meu feed de artigos, deixe uma pergunta nos comentários caso precise de alguma ajuda.

Deixe o seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as dicas e segredos da web em primeira mão

Como mostrar as últimas postagens no seu site em WordPress

Para você que está procurando como mostrar últimas postagens no WordPress e não acha um plugin ou código adequado, veja como fazer de maneira simples.

A exibição de postagens recentes ajuda seus usuários a encontrá-las facilmente. Você pode adicionar postagens recentes no artigo ou em sua barra lateral, após o final do conteúdo da postagem, dentro do conteúdo da postagem com um código de acesso, nas áreas de widget do rodapé e basicamente em qualquer outro lugar que desejar.

É possível exibir artigos recentes no WordPress com um plug-in, widget, código de acesso e o método manual com a função de postagem recente.

Mostrar as últimas postagens Usando o widget

Como opção, as novas versões do WordPress vem com um widget padrão embutido para exibir postagens recentes dentro do artigo adicionando blocos, posts mais recentes.

Na barra lateral, é possível acessando o administrador do WordPress, acessar em seguida Aparência, Widgets e adicionar o widget Posts Recentes a uma barra lateral.

Mostrar as últimas postagens usando o widget É possível fornecer um título alternativo para o widget lateral, mostrar a data e número de postagens que deseja exibir. Em seguida, Só clicar em Salvar.

Mostrar as últimas postagens usando plugins

Como a opção de widget é bastante limitada e nem permite exibir imagens ou trechos, o que geralmente é uma boa opção para os usuários, existe opção boa de plugins.

Alguns plugins são bem úteis para mostrar as últimas postagens de maneira que você pode configurá-la do seu jeito. O mais conhecido é o Recent Posts Widget Extended, podendo baixar neste link.

Basta instalar e ativar o plugin, em seguida, basta acessar Aparência, Widgets e adicionar o widget Posts recentes estendidos a uma barra lateral.

O plugin oferece controle total para você mostrar as últimas postagens no WordPress, como exibir miniaturas, trechos, limitar categorias e tags, ignorar postagens persistentes e muito mais.

É possível também usar o widget para exibir postagens recentes de qualquer outro tipo de artigo

Mostrar as últimas postagens usando código

Tem também a opção de utilizar códigos para adicionar artigos recentes a uma barra lateral, e é bastante simples.

Para inserir alguns códigos no WordPress você precisa fazer é instalar e ativar o plugin Display Shortcode. Não precisa de configurações extras.

Edite um Artigo ou página na qual deseja exibir as recentes exibindo o código [display-posts] com parâmetros que vamos mostrar a seguir.

Mostrar 5 artigos recentes com miniaturas e trecho

[display-posts posts_per_page="5" image_size="thumbnail" include_excerpt="true"]

Mostrar páginas recentes ao invés de postagens

[display-posts posts_per_page="5" post_type="page"]

Alterar a ordem para título em vez de data

[display-posts posts_per_page="5" orderby="title"]

Exibir páginas recentes em uma página mãe específica

[display-posts posts_per_page="5" post_type="page" post_parent="5"]

O plugin oferece uma lista completa de parâmetros na documentação.

É possível habilitar essa função no seu WordPress e utilizar esses códigos de acesso em um simples widget de texto adicionando o código ao arquivo functions.php do tema que você usa.

add_filter('widget_text', 'do_shortcode');

Mostrar as últimas postagens adicionando código manualmente

Essa opção é para usuários mais avançados do WordPress, que querem adicionar postagens recentes diretamente em arquivos de tema do WordPress.

Você vai encontrar na internet diversas maneiras de fazer isso, mas a mais fácil é usando a classe WP_Query interna. Basta adicionar este código onde deseja mostrar as últimas postagens.

<ul>
// Define os parâmetros de WP Query
<?php $the_query = new WP_Query( 'posts_per_page=5' ); ?>
 
// Início WP Query
<?php while ($the_query -> have_posts()) : $the_query -> the_post(); ?>
 
// Exibe o título do artigo com Hyperlink
<li><a href="<?php the_permalink() ?>"><?php the_title(); ?></a></li>
 
// Mostra o Artigo
<li><?php the_excerpt(__('(more…)')); ?></li>
 
// Repita o processo e redefina quando atingir o limite
<?php 
endwhile;
wp_reset_postdata();
?>
</ul>

O código simplesmente exibe as cinco postagens mais recentes com seu título e trecho. A classe WP_Query possui vários parâmetros que permitem personalizá-la da maneira que você preferir. Consulte o Codex para mais informações.

Essas e outras dicas é possível você encontrar em minhas dicas favoritas que nenhum outro local você vai encontrar, são experiências que eu tive e publiquei.

Deixe nos comentários qualquer dúvida ou sugestão.

Como receber pagamento do Google AdSense sem taxas?

Como vários usuários que trabalham com remessas vindas do exterior passam por problemas com tarifas nas conversões de câmbio praticado na compra e venda de moeda estrangeira, e tributações abusivas praticadas pelas instituições financeiras, resolvi postar uma dica de como receber pagamentos vindos do AdSense sem taxas.

Além de já sofrer com isso, eu também já ouvi diversas reclamações sobre os grandes bancos tradicionais nesses modelos de transações, que além de cobrarem tarifas absurdas, de 10 até 20 dólares por transações, cobram IOF (Imposto sobre operação financeira), sendo muito mais vantajoso acumular um valor bem mais alto antes de pedir a transferência.

Dependendo da instituição financeira, seu pagamento pode ter prejuízos anuais de até 250 dólares por ano, chegando a R$ 800 a R$ 1100 de perdas,

As taxas praticadas pelos grandes bancos

A tarifa cobrada para conversão da moeda estrangeira na Caixa Econômica Federal em reais , por exemplo, é de 1% do valor da operação, sendo no mínimo USD 30,00 (trinta dólares) e no máximo USD 120,00 (cento e vinte dólares) a temida sigla DEBTAROPEX (Debito de taxa por operações do exterior), e o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) que gira em torno de 0,38%.

Os demais bancos não expõem explicitamente em seus meios de comunicação como funciona a cobrança da taxa de cambio, mas seguem na mesma linha, como por exemplo o Banco do Brasil com taxa de cambio fixada em R$ 110.

Muitos usuários que buscam receber AdSense sem taxas utilizam o Banco de Rendimentos ou Remessa Online, que até então possuíam as menores taxas de cambio do mercado, e com valores que variam entre 15 a 20 dólares fixos, enviando o valor direto para a sua agencia bancária.

Google AdSense sem taxas já é realidade no Banco Inter

Neste mês surgiu uma grande novidade para quem tem um site, blog ou canal no youtube, a liberação de transações estrangeiras no Banco Inter. O banco Inter, antigo Banco Intermedium, é um banco digital que se caracteriza pela ausência de taxas sobre serviços básicos.

AdSense sem taxas

Com essa notícia, facilitou para os criadores de conteúdo ou ferramentas web por conta da isenção de taxa do Banco Inter. As transação são 100% gratuitas e livres de taxas. É aplicado somente o desconto do IOF sobre a operação. Ou seja, o Banco Inter não cobra a aplicação de taxas de câmbio.

Como receber o pagamento do Google AdSense pelo Banco Inter?

O Banco Inter é um banco digital, sendo mais aconselhado fazer tudo pelo seu smartphone devido a necessidade de tirar fotos de documentos etc, o app oficial deles pode ser baixado em um dos links: Google Play (Android) ou App Store (Apple).

O cadastro é simples e intuitivo, mas a verificação dos seus dados leva de 3 a 4 dias, após isso, se os seus dados estiverem OK, seu acesso ao banco estará liberado – Isso será tudo informado por e-mail.

O procedimento de cadastro é bem simples, na sua tela principal escolha o botão Cambio entre várias opções

AdSense sem taxas

Logo após aparecerá outra tela, Remessa, basta escolher a opção Recebimento, após clicar, escolha Estados Unidos da América como país de Operação.

AdSense sem taxas

No tópico Outra Titularidade o Aplicativo do banco já te fornece a opção Receber Google AdSense, basta escolher esta opção e clicar em continuar.

AdSense sem taxas

Após isso, entre com um valor mensal que irá receber na próxima fatura. O Banco Inter tem um limite de vinte mil reais anual para solicitações sem comprovação de renda.

Após esse procedimento, o banco irá te encaminhar um email com os códigos necessários para ser usado no Google AdSense.

No conteúdo do e-mail conterá o seu nome completo, o código IBAN, o código Swift e os dados do Intermediário, esses dados serão inseridos na sua conta do Google AdSense.

Anote os dados ou mantenha o e-mail aberto, em seguida acesse sua conta no Google AdSense – na Opção Pagamentos, no link Gerenciar Formas de Pagamentos.

Na opção Adicionar forma de pagamento você precisará completar os campos com todos os dados enviados pelo banco, os campos abaixo:

  • ID do beneficiário: preencha com o seu nome, podendo ser somente o primeiro nome;
  • Nome da conta bancária: você deve preencher com o seu nome completo, sem abreviações;
  • Nome do banco: escreva “Banco Inter S.A”;
  • Preencha o restante dos espaços em branco com o código Swift e o código IBAN enviados pelo e-mail;
  • Nome do Banco Intermediário: preencha com JP Morgan Chase N.A
  • Swift do Banco Intermediário: preencha com o código “CHASUS33”.

Salve e não se esqueça de marcar como Principal se você possuir mais contas cadastradas.

A partir de agora você já poderá receber os seus ganhos do AdSense sem taxas pelo Banco Inter. O processo só é realizado na primeira vez, e os pagamentos já entrarão automáticos. Caso não esteja sendo monetizado consulte esse artigo sobre problemas com anúncios.

Ainda tem alguma dúvida ou sugestão para receber pagamentos AdSense sem taxas? Deixe nos comentários.

Better Ads Standards para todos, o que isso significa?

Assim como informamos em outro artigo em que diversos anúncios somem de sites de usuários, algo novo e mais detalhado esta para acontecer. Bom, sei que você veio aqui porque já deve ter recebido a seguinte mensagem, Better Ads Standards para todos, em sua conta AdSense, correto?

Segue um modelo de notificação que geralmente está aparecendo em todas as contas AdSense ou Google Ads:

Better Ads Standards

“Better Ads Standards para todos. O Google Chrome passará a aceitar os Better Ads Standards no mundo todo a partir de 9 de julho. Se você não obedecer ao padrão, os anúncios poderão ser filtrados no Chrome.”

O que significa Better Ads Standards para todos?

No dia 28 de Maio deste ano (2019), a Coalizão para a Melhoria de Anúncios (Coalition for Better Ads), após uma vasta pesquisa de anunciantes e consumidores, anunciou o “Better Ads Experience Program“. Trata-se de um programa que fornece orientações para empresas de como utilizar os Padrões, no caso o AdSense e Google Ads, já passaram a exibir essa notificação aos usuários.

A pesquisa mostrou a insatisfação do público em relação à publicidade digital justificando o aumento do uso de adblockers e tambpem a busca pelo “white filter”.

Uma das pesquisas globais da Public Affairs, realizada com 26 países no ano passado, conclui que 75% dos entrevistados disseram que anúncios na internet são irrelevantes.

Esses números levam à reflexão de que isso passa a preocupar o mercado da publicidade digital, surgindo regras de boas práticas sobre como usar os padrões publicitários da melhor forma, a fim de ajudar a melhorar a experiência dos usuários.

Nesta semana, o Chrome passará a oferecer suporte aos Better Ads Standards, significa que as violações dos Padrões serão informadas aos sites por meio do Relatório de Experiência, e os proprietários dos websites poderão enviar o site para reavaliação assim que as violações forem corrigidas.

O que isso pode prejudicar em meu rendimento?

De acordo com as diretrizes Better Ads Standards da Coalizão, o Chrome ocultará todos os Ads de sites que tiverem esse “mau uso” em seu relatório de experiência por mais de 30 dias. Todas essas informações podem ser encontradas na Central de Ajuda do Relatório de experiência com anúncios.

Como me enquadrar nisso?

Para se enquadrar nessa “política”, e evitar que seus Ads sejam “ocultados” pelo Chrome ou outros navegadores, basta ler os itens que extraímos da Coalition for Better Ads.

O que apresentaremos servem para desktop e mobile, segue as melhores maneiras dos seguintes tipos de blocos:

1 – Anúncio Pop-up

Os pop-ups são do tipo intersticial que são janelas que aparecem e seu website, são inadequados, segundo Better Ads Standards , os tipos:

  • Aparecem e bloqueiam o conteúdo principal da página;
  • Eles aparecem depois que o conteúdo da página começa a ser carregado e estão entre os aborrecimentos mais comumente citados para os visitantes de um site; 
  • Ocupando parte da tela, ou a tela inteira.
Better Ads Standards

2 – Reprodução automática de anúncios de vídeo com som

Reproduzir sons sem a manor interatividade do usuário são mau vistos.

São experiências extremamente prejudiciais para o usuário, pois fazem que sejam pegos desprevenidos os obrigando a fechar rapidamente a janela ou a guia para interromper o som.

E mesmo assim, os anúncios que exibem um botão de “pausar” ou “fechar, não ficaram atrás, sendo também prejudiciais para a saúde do seu rendimento e dos seus anunciantes.

Better Ads Standards

3 – Anúncios com contagem regressiva

Os famosos contagem regressiva aparecem antes que o conteúdo da página seja carregado, forçando o usuário a aguardar alguns segundos antes de poder dispensá-lo, ou fechar sozinho.

Estes podem atrapalhar os usuários de forma a dissuadi-los à aguardarem a conclusão da contagem regressiva para continuar no conteúdo.

É importante ressaltar que Better Ads Standards inclui qualquer tipo de anúncio desse tipo como prejudicial, independente ser no início, no fim ou no meio do acesso.

4 – Grandes anúncios fixos

Os grandes Ads fixos ficam na borda inferior de uma página, ou superior, impedindo o usuário de rolar o conteúdo do website, levando ao erro. É considerado prejudicial estes estáticos e imóveis que ocupam mais de 30% do espaço real da tela.

Tanto para Desktop quanto para mobile um modelo grande obstrui uma parte da visualização da página, independentemente de onde o usuário a mova.

5 – Better Ads Standards em dispositivos mobile

Conforme a Better Ads Standars alguns anúncios são chamativos em dispositivos mobile ao ponto de dificultar o acesso ao conteúdo principal, criando uma má experiência ao usuário.

Como Pop-ups que preenchem toda a tela e so prosseguem se o usuário clicar em prosseguir, outros que aparece em tela cheia durante a rolagem do conteúdo, todos estes geralmente ocupam mais de 30% da tela.

Existem modelos de fixos que ultrapassam 30% da tela, trazendo uma má experiência ao usuário.

Better Ads Standards: Conclusão

Sobre a Better Ads Standards, no meu ponto de vista nada se falou propriamente em restrição, porém as são regras que darão liberdade aos veículos como o Google ocultar ou não a exibição do ads no seu website, se caso você abusar se utilizando de maneiras muito intrusivas em busca de clicks.

Veja Também

Diga o que achou dessa nova política Better Ads Standards que será implantada pela Colisão, deixe sua opinião nos comentários.

Como instalar certificado SSL grátis no site?

Você já percebeu quando você navega pela internet e os sites exibem aquele cadeado ao lado do endereço? Geralmente esse cadeado vem acompanhado por um https. Sim é Possível você ter certificado ssl grátis

Além de mostrar o respeito ao leitor ou usuário do seu conteúdo usando essas tecnologias de segurança, o ssl protege a privacidade, o cuidado com os dados de navegação, promovendo confiança e estreitando laços com seus usuários.

Além disso, no final de 2018 o Google Search Console, AdWords e AdSense passaram a exigir como padrão a utilização de certificado de segurança em qualquer site que utiliza esses serviços, e através do Google Chrome ainda é imputado um aviso de site não seguro à quem não possuir tal certificado.

Os valores para adicionar o certificado de segurança em seu site variam entre U$ 100 à U$ 250 anuais, mas graças as maravilhas da internet podemos ter certificado SSL grátis para todos.

Certificado ssl grátis por onde começar?

Utilizamos o ZeroSSL da Let’s Encrypt SA, é um serviço de SSL free que concede o certificado à qualquer site de maneira simples e livre, porém, o certificado é de 3 em 3 meses, tendo você que atualizá-lo quando vencer esse prazo.

O procedimento é mais simples do que você imagina, basta acessar o site ZeroSSL.com e seguir os seguintes passos:

1 – Acesse o site, e escolha a opção Online Tools

certificado ssl grátis

2 – Na tela FREE SSL Certificate Wizard escolha Start

certificado ssl grátis

3 – Na próxima tela preencha os dados com o domínio do seu site, se e com o “www” (Caso esquecer o sistema vai te perguntar se quer usar o www também)

Marque as opções Accept ZeroSSL TOS e Accept Let’s Encrypt SA (pdf) e não se esqueça de preencher o campo de e-mail com o seu e-mail, e em seguida clique em Next

certificado ssl grátis

4 – O primeiro a ser gerado será o CSR, clique no botão para download e em seguida clique em NEXT, como está na imagem abaixo

certificado ssl grátis

5 – Após o download do CSR, faça o mesmo procedimento agora com a Private Key, após download clique em NEXT

certificado ssl grátis

6 – Agora baixe através dos botões download os dois arquivos referente ao reconhecimento do seus domínios – esses arquivos criptografados irão linkar o certificado ao seu domínio

certificado ssl grátis

7 – Após os downloads, acesse o root (diretório raiz) do seu site crie a pasta .well-known (exatamente com um ponto antes), e dentro dela crie outra pasta com o nome acme-challenge

vai ficar assim: public_html/meusite/.well-known/acme-challenge

8 – Agora suba os arquivos baixados no item 6 para a pasta acme-challenge

Se retornar em erro os arquivos não foram enviados corretamente, confira o nome dos diretórios criados, e repita o procedimento novamente.

9 – Estando tudo certo na tela Your certificate is ready baixe os arquivos finais, e aperte DONE NEXT

certificado ssl grátis

Pronto! Você já ligou o certificado ao seu domínio e baixou os arquivos necessários. Mas ainda não acabou.

10 – Acesse o painel de administração da sua hospedagem, se você usa o CPANEL ou similar entre com o conteúdo dos arquivos .txt baixados nos campos da opção SSl do seu domínio

11 – Preencha o conteúdo dos arquivos em .txt baixados em chave privada, CRT…

12 – Em seguida basta instalar o certificado

Se você usa VPS e o seu painel administrativo já possuir opção SSL direto na criação e edição de domínios como é o exemplo de painéis livres como VestaCP entre outros, basta copiar e colar o conteúdo dos arquivos .txt baixados conforme o nome dos campos requeridos, exemplo abaixo:

Pronto! Seu Certificado está instalado em seu domínio com sucesso

Veja Também

Possíveis erros de instalação

É comum para quem usa wordpress, na configurações gerais os nomes ainda se mantiverem como http, se encontrar direcionamentos dessa forma mude tudo para https antes do domínio.

Outra opção é abrir o SQL e mudar manualmente, ou, uma maneira mais fácil e 100% eficaz é baixar o plugin Better Search Replace

Neste plugin, depois de instalado, basta alterar todos os links com http para https:

Em Search for colocar seu domínio com http
Em Replace with seu domínio alterado para https

Fazer como na imagem abaixo:

Caso os erros de direcionamento persistirem, abra o arquivo .htaccess do seu root e insira os seguintes comandos:

# CONFIGURAR UTILIZAÇÃO DO HTTPS
RewriteEngine On
RewriteCond %{SERVER_PORT} 80
RewriteRule ^(.*)$ https://meusite.com/$1 [R,L]

*meusite será o nome do seu site

Após isso, seu site vai automaticamente redirecionar sempre para https, evitando os temidos erros de certificação que queimam o filme do seu site.

Gostou do conteúdo? Espero que deu certo aí! Deixe mais informações nos comentários caso esqueci de algum detalhe.

Anúncios AdSense em branco, como resolver?

Muitos já devem ter passado por essa situação frustante, quando os anúncios AdSense em branco na sua página ou blog, é uma situação triste mas com ela podemos aprender à observar alguns aspectos importantes.

Existem 3 motivos para que seus blocos de ads não estejam sendo propagados nos locais onde você determinou, ou estejam “em branco”, e vou explicar em cada um deles como resolver.

AdSense em branco na página? Pode ser penalidades

Esse talvez seja o pior de todos eles, seus anúncios AdSense em branco devido à restrições na sua conta, você pode ter sido banido ou o site específico foi penalizado. Mas se isso aconteceu você certamente já foi informado por e-mail.

Diante dessa situação só existe uma maneira de resolver: Acessar o suporte com os profissionais do google através desse LINK e solicitar o desbloqueio.

As penalidades podem ir de uma queda no CPC, bloqueio de ads em seus sites, até o banimento da conta Google AdSense (não queira passar por essa última), e os prazos variam de 1 mês até eternidade conforme a gravidade da ação.

É importante lembrar para quem quer ser um bom profissional da área: ler as políticas do programa Google AdSense, e acompanhar sempre que houver atualização.

Para saber se você foi penalizado acesse o menu Conta, clique em Central de Políticas. Caso sua conta não infringiu nenhuma política google aparecerá a seguinte mensagem:

AdSense em branco

Se essa mensagem não aparecer, exibirá onde seu conteúdo está violando as políticas, e com essa informação trate de resolver o mais rápido possível

Impedimento devido aos Cookies do Browser

As vezes seus anúncios deixam de aparecer quando você próprio está acessando o seu site. O causador disso são os cookies do seu browser, pois no momento que você entra no seu site ou blog é identificado que você está logado na conta google, e para segurança da sua própria conta, o google evita através dos cookies, que os anúncios apareçam pra você mesmo.

Você pode ter tranquilidade pois seus anúncios aparecerão para todos, menos pra você.

Essa é a alternativa mais fácil e simples de resolver. Se você quiser comprovar se seus anúncios realmente estão aparecendo para todos, basta acessar seu site de um outro computador, ou, abrir o site uma Nova Janela Anônima.

AdSense em branco

Site não verificado

Isso é o problema que acontece na maioria dos casos, e muitos se desesperam apesar de ser uma situação também considerada simples

Se você criou um website ou blog agora, ou manteve os mesmos mas mudou de hospedagem, domínio, ou IP, o Google precisará Verificar se seu site está elegível para exibir anúncios ou não, mesmo já ter passado por esse procedimento anteriormente

Até o final do ano de 2018 era comum você acrescentar um anuncio em qualquer site e o google já identificava o site automático e já saia exibindo os ads, mas desde o início de 2019 isso mudou

Conforme as políticas de anúncios do google essa verificação é necessária para proteger a credibilidade dos produtos e serviços do anunciante, e isso já era feito, mas não era exigido nesse nível como está sendo agora

Mudança de .com para .com.br, troca de hospedagens, mudança de máquinas VPS, entre outros, devem serem informados ao google mandando o seu site para verificação

Para seus blocos começarem a aparecer você deve acessar sua conta AdSense clicar no menu Site, em seguida clicar em Visão geral.

Se o seu site não está na lista, basta você clicar no botão Adicionar Site, digite o domínio do seu site e clique em Próxima. A partir daí basta esperar algumas horas ou até 15 dias para a equipe do google verificar

Veja Também:

Fique atento que para dar tudo certo seu site terá que estar dentro das políticas, vou deixar um passo a passo para se seguir para ter seu site aprovado pelo google em horas

Esse tutorial foi útil? Deixe nos comentários seu feedback

WordPress Pedindo credenciais FTP, como resolver?

Quando você hospeda seu site em wordpress em um servidor dedicado VPS ou alguma hospedagem sem muitas configurações de root do domínio, você já deve ter se deparado com o pedido de credenciais FTP para atualizado algum plugin ou tema.

Wordpress Pedindo credenciais FTP

Depois de muito tempo pesquisando, descobrir que cada caso é um caso. Por exemplo, em algumas situações basta só utilizar o método “define” do wordpress, em outros, precisam entrar com mais informações no servidor.

O WordPress pedindo credenciais FTP é um fake, pois mesmo você digitando elas, não vai funcionar retornando em erro.

Meu wordpress está pedindo credenciais FTP o que fazer?

Vamos lá, para que dê certo basta seguir os passos exatamente como está escrito abaixo, caso funcionar já nos primeiros passos, pare por aí.

1 – Em sua hospedagem ou vps procure pelo arquivo wp-config.php na pasta raiz (root) do seu domínio.

2 – Abra o arquivo wp-config.php e digite em qualquer linha:

define('FS_METHOD','direct');

Caso isso resolver, não será necessário seguir os próximos passos, caso ainda não resolver, você estará usando um servidor dedicado ou VPS que não está com algumas configurações, então vamos ao passo 3.

3 – Abra o PuTTY ou qualquer editor de comando do seu servidor e digite:

sudo chown -R www-data:www-data /home/admin/web/seudominio.com/public_html

Aperte “Enter”, em seguida digite:

sudo chmod -R g+rw /home/admin/web/seudominio.com/public_html

Após isso reinicie o apache com o comando:

service apache2 restart

Agora você pode fechar o editor de comando e logar normalmente no wordpress, ele passará a atualizar seus itens normalmente.

Importante fazer algumas considerações: Esse tutorial foi utilizado Apache e operado por Linux Ubuntu, mas caso o WordPress pedindo credenciais FTP em Nginx a posição correta é: /var/www/seudominio.com/html

Onde usamos “seudominio.com” você deverá substituir pelo nome do seu domínio.

Essa informação foi útil para você? Continua o seu WordPress pedindo credenciais FTP ? Deixe nos comentários que poderei te ajudar.